Diretoria

Neuzete Domingos
Diretora da Análise Contábil

Por trás de uma grande empresa, existe uma grande mulher

Morávamos em um pequeno lugar chamado Cacimba Velha, próximo ao Sítio Terra Nova, município de Limoeiro de Anadia. Minha casa era de taipa, não tínhamos água, nem energia. Amava assistir aos Trapalhões aos domingos na casa da minha tia a 5 km de distância. Sempre sonhei em ter uma televisão. Aos 9 anos, meus pais já preocupados com meu futuro, decidiram me deixar morar em Arapiraca, com minha avó. Não pensei duas vezes, pois sabia que lá eu iria estudar, ter uma qualidade de vida melhor e aceitei especialmente porque ela tinha uma televisão.

Desde jovem, tive uma ideia bem formada a respeito do que queria para o futuro. Estudei, tomei conta da casa da minha avó como se fosse gente grande, mesmo sendo uma criança de 9 anos. Minha atividade principal do dia era entregar leite na vizinhança e foi aí que a matutinha do sítio aprendeu a lidar bem com os clientes. Ajudei a tomar conta da pequena mercearia, onde aprendi a controlar o estoque, atender os clientes e a operar o caixa.

Hoje vejo que não tive uma infância comum. Me contentei a brincar com bonecas de milho quando morava no sítio e olhando para trás, percebo o quanto esse difícil período foi importante na minha vida, pois tirei uma boa lição dos muitos obstáculos encontrados. Cada lágrima que caia de saudade dos meus pais e irmãos eu logo enxugava pois vinha o pensamento de que um dia tiraria minha mãe do trabalho duro da roça. Lembrava das vezes que ela iria buscar água para bebermos, a quilômetros de distância com um balde na cabeça e aprendi a dar valor a cada conquista.

Aos 14 anos, minha avó conseguiu um estágio não remunerado em um escritório de contabilidade e a partir dali eu decidi o que queria para o meu futuro. Passei por algumas empresas, sempre pensando no crescimento e com muita persistência sonhava com um negócio próprio para ser independente.

Fiz um curso técnico na área por três anos e ingressei na faculdade em Maceió. Nesse período passei por momentos muito difíceis e cansativos pois como morava em Arapiraca, após um dia inteiro de trabalho tinha que viajar 220 km todos os dias para estudar na capital.

Quando decidi montar meu escritório, conversei com um renomado contador da cidade, que logo apoiou a minha decisão e assim, firmamos uma parceria para trabalhar em uma empresa no Estado de Pernambuco. Em outubro de 2005, iniciei as atividades da ANÁLISE ASSESSORIA CONTÁBIL, em uma pequena sala de 25 m2, com apenas um cliente e um funcionário.

Todo negócio nasce de um sonho, então para ser um bom empreendedor, acima de tudo devemos acreditar que somos capazes, ter iniciativa, ir atrás de soluções, ser persistente, fazer acontecer, não desanimar diante dos problemas e ver oportunidades onde outras pessoas não conseguem ver.